Japão: Procurar Emprego

Depois da decisão de mudar-me pro Japão ter sido feita, eu comecer a minha pesquisa. Se já consideraste mudarte pro Japão para ensinar inglês, provavelmente já ouviste falar de esquemas e companhias que não tratam bem os professores. Por causa disto, eu tentei ser minuciosa, mas acho que só vou saber a verdade quando lá chegar.

Eu não vou mencionar nomes nestes posts por razões óbvias, e não estou aqui para apontar dedos. Para dizer a verdade, até a pior das companhias irá dar-te um visto que tu podes sempre usar para encontrar um trabalho diferente quando chegares ao Japão. Eu só quero falar sobre o que eu fiz, pessoalmente, quando enviei currículos. E mantenham em mente que esta é a experiência de uma professora cuja primeira língua não é o inglês.

Eu comecei por perguntar aos meus colegas de trabalho se já tinham tido alguma experiência a trabalhar no Japão ou com alguma das companhias principais. Um deles tinha passado um ano no Japão recentemente e ele foi  indispensável na minha pesquisa. Por isso, se tiverem alguns amigos que sejam professores, este é o primeiro lugar onde devem procurar por informação genuína.

Outra óptima fonte de informação é a comunidade JVlogger no Youtube! Se forem como eu, vocês provavelmente já conhecem alguns. Muitos deles já passaram por esta experiência e a maioria deles está disposto a responder algumas perguntas. É claro que alguns podem não ter tempo para responder os vossos emails, mas alguns responderão, e eu tive a sorte de ter uma resposta pela Kyde and Eric. Eles foram simpáticos  e recomendaram um website espectacular: gaijinpot.

Enquanto estava a procurar por trabalho, o gaijinpot foi um dos melhores websites para mim. A maioria das oportunidades de trabalho são para pessoas que já vivem no Japão, mas há outras que não, e eu enviei o meu currículo para quase todas. No entanto, antes de enviar o meu CV eu sempre pesquisei o que a opinião geral era sobre cada uma das companhias, e para fazer isto usei outro óptimo website: glassdoor.

É um óptimo site para encontrar as opiniões que os antigos funcionários têm sobre cada empresa. No entanto, não se sintam desencorajados por críticas negativas. Eu recomendo ler algumas das críticas. Para mim, se uma companhia faz tudo o que dizem fazer, por exemplo, que te arranjam um apartamento, que te pagam pontualmente e que te dão todos os teus dias livres, então é uma boa companhia. Por isso, quando os aspectos negativos nas críticas eram as condições das salas de aula, eu candidatei-me a esses empregos.

Agora, outra coisa que eu tive de considerar foram os requisitos. A maioria das companhias só irá exigir um diploma da universidade, ás vezes um certificado CELTA, mas não muito mais. O que eu tive de evitar foi o requisito de “Only Native Speakers” (só pessoas que têm o inglês como língua materna). Eu ainda enviei o meu CV para todas as posições que tinham esse requisito, mas eu tenho a certeza de que nem passei a primeira fase de escolha. Não importa quanta experiência eu tenha na sala de aula, não importa há quanto tempo eu seja fluente em inglês, eu sempre irei ser considerada depois dos “nativos” sem qualquer qualificação de ensino.

Não vou mentir, é frustrante, mas é como a indústria funciona e temos simplesmente de aceitar este facto e continuar em frente. Eu tentei encontrar posições que exigissem que os candidatos tivessem um nível de inglês nativo (native-level speakers), mas mesmo assim as minhas chances são extremamente escassas, e eu acho que vocês deviam ter noção disto quando se candidatarem. Pode ser melhor arranjarem um visto de férias de trabalho (working holiday visa) ou algo do género e tentarem arranjar um trabalho a ensinar a vossa língua materna no Japão. O que era o meu plano B.

Depois de me candidatar, tudo o que tive de fazer foi esperar por uma resposta. Mas isso é algo para outro post. Espero que isto tenha sido útil e se quiserem que eu fale de alguma coisa em particular sobre a minha candidatura, digam nos comentários!

Até à próxima,

Inês

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s